Aproveite a crise para se reinventar

Nos últimos meses, com a crise financeira trazida pelos efeitos da pandemia, muitos empreendimentos fecharam as portas. Nunca se falou tanto em inovação e na importância de se reinventar no mercado. E é nesse período que o empreendedor precisa desenvolver novas ideias, reinventar as formas de pensar e fazer.

Apesar dos grandes e sérios impactos negativos que a pandemia trouxe para a economia, nem tudo pode ser considerado perdido. Esse é o momento de colocar a mão na massa e buscar desenvolver ideias mais criativas, focadas nas necessidades e na maior comodidade para os clientes.

Se você quer inovar e transformar o seu negócio em algo ainda mais promissor, a gente traz algumas dicas importantes:

1- Invista em um bom planejamento

Ainda não é possível saber ao certo quais serão todos os impactos da pandemia nos negócios, por esse motivo, é fundamental usar esse tempo para planejar o futuro. Essa também é uma boa hora para buscar qualificação e ganhar ainda mais conhecimento. Uma boa dica é colocar no papel o que precisa ser feito como forma de identificar em quais pontos as mudanças são necessárias e qual a melhor forma de tornar o produto mais atrativo.

Um planejamento de recuperação precisa ter início ainda enquanto o empreendedor está reagindo ao momento da crise, pois é nessa hora que o empresário deve traçar estratégias para não ser pego de surpresa, caso a crise se estenda por muito tempo. Esse propósito precisa fazer parte de cada mecanismo da empresa e deve ser alinhado junto aos colaboradores.

2 – Tenha a inovação como ferramenta de trabalho

Nesse momento, muitos hábitos e formas de consumo estão mudando de forma rápida e as necessidades do consumidor também foram impactadas. Nesse cenário de um “novo normal”, muitas oportunidades surgiram e vieram para ficar. Para estar alinhado a essas mudanças, é importante que empreendedor esteja atento ao mercado. É fundamental identificar as necessidades do cliente – só assim o empreendedor conseguirá suprir essa demanda, que está cada vez mais voltada para um atendimento de qualidade de forma online e cada vez mais ágil.

3 – Entenda o comportamento do cliente

A pandemia trouxe a necessidade de rever o modelo de negócio e a forma de entregar produtos e serviços. Estar próximo do cliente é fundamental para alavancar as vendas de produtos e serviços. Uma opção é fazer o envio de mensagens informativas sobre promoções e novidades. Também vale a pena divulgar todos os cuidados observados no negócio, tanto no atendimento quanto na entrega do produto, como o uso de máscaras, limpeza adequada e atendimento exclusivo como forma de evitar aglomerações. A entrega feita em casa também pode proporcionar mais comodidade.

4 – Utilize os canais digitais

Os canais digitais se tornaram ferramentas cada vez mais usadas. Nas redes sociais, por exemplo, o alcance de uma marca ou serviço tem crescido nesse momento em que o mais indicado é não sair de casa. Uma dica importante é reforçar a divulgação nos canais online, com uma resposta rápida e de qualidade às demandas do consumidor.

5 – Invista em sua empresa

E, além de desenvolver ações como essas, uma boa saída pode estar na busca por investimento para melhorar a estrutura do seu negócio. Fazer um empréstimo por meio de uma Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP) é uma boa saída. O processo é simples e rápido. Vale lembrar que esse tipo de negociação é feita apenas entre pessoas físicas.

Outro atrativo é que a taxa de juros é bem menor do que a praticada em empréstimos convencionais. Dessa forma, a pessoa física que precisa investir no próprio negócio, consegue pagar taxas mais baixas na hora da liberação do empréstimo. E quem precisa do dinheiro não precisa se preocupar em sair de casa em tempos de pandemia, porque toda a negociação é feita pela internet.

No Bullla, por meio de uma plataforma digital, bons pagadores fazem empréstimos junto aos bons poupadores. A transação entre as pessoas físicas é transparente e segura. O valor emprestado é pago de volta a quem emprestou por meio de boletos, divididos em parcelas. E, assim, quanto mais o bom pagador faz empréstimos e paga em dia, menores são as taxas de juros. Uma alternativa para quem busca investimento e crescimento para o próprio negócio. Entre em contato clicando aqui.