Final de ano: cuidado com as compras por impulso

Com a chegada do final de ano, é preciso ficar atento e evitar as chamadas compras por impulso para não começar 2021 endividado. É importante destacar que esse é um problema real na vida de milhões de pessoas que simplesmente acabam consumindo muito além do necessário e daquilo que o próprio orçamento financeiro permite.

Uma compra por impulso pode ser entendida como o ato de fazer compras sem que antes isso tenha sido planejado. Porém, existem casos ainda mais graves, quando o consumidor começa a fazer compras sem nenhum tipo de critério para tentar lidar com problemas e frustrações pessoais.

Quais as características e consequências que levam uma pessoa a fazer compras por impulso?

Uma vez que já está claro o que é uma compra por impulso, o próximo passo é saber o que caracteriza esse tipo de consumo bem como as principais consequências no curto e longo prazo.

Um dos fatores que mais contribuem para esse tipo de padrão de consumo é a sensação de satisfação gerada ao se fazer compras. Ao realizar a compra, o organismo libera um mensageiro químico chamado dopamina, que está associado à regulação de emoções, sendo capaz de aliviar dores e frustações. Ou seja, o consumidor passa a ter o prazer imediato por poucos instantes.

A principal consequência das compras desenfreadas é, sem sombra de dúvidas, o comprometimento financeiro através das diversas dívidas que começam a acumular. Como as compras são feitas sem nenhum tipo de lógica ou ação racional, o consumidor facilmente irá estourar o limite do seu orçamento, ocasionando a temida inadimplência.

O arrependimento é uma das emoções associadas às compras por impulso que pode prejudicar bastante a vida do consumidor. Com isso, sentir-se culpado e começar a julgar as próprias ações é algo comum depois de fazer compras por impulso. A mistura do sentimento de culpa aliada ao orçamento totalmente comprometido e as dívidas podem trazer problemas mais graves como depressão e crises de ansiedade.

A facilidade no crédito com prazos de pagamentos maiores e a opção de parcelar as compras é um fator que pode levar às compras por impulso. O consumidor acaba pensando que tem um poder de compra maior do que a realidade e termina comprando mais do que deveria.

Dicas para evitar as compras por impulso

Abaixo seguem algumas sugestões que podem ajudar qualquer pessoa a evitar as compras por impulso:

  • Controle rígido dos gastos: anotar cada compra, valor das parcelas e até quando determinado débito irá durar é fundamental, pois é preciso saber com precisão qual a fatia do orçamento já está comprometida;
  • Reduzir o limite do cartão de crédito: como esse é o principal vilão na hora das compras, reduzir o limite do cartão de crédito ajuda a controlar os gastos;
  • Metas de consumo: programar o que pode e o que não pode ser gasto é uma ótima forma de se prevenir quanto às compras por impulso;
  • Definir o que é essencial: separar as despesas essenciais daquilo que pode ser cortado é uma ótima forma de medir o que está sendo gasto com coisas supérfluas para eliminar esses gastos.

Empréstimo entre pessoas físicas

Conseguir um empréstimo com taxas de juros mais justas e condições de pagamento mais agradáveis para adquirir um item à vista é uma excelente alternativa para não acumular dívidas.

Por isso, optar pelo empréstimo online entre pessoas físicas é uma excelente dica para ter acesso a crédito justo e sem tarifas abusivas. Sem intermediação de bancos, o empréstimo online apresenta uma série de vantagens, dentre as quais:

  • Taxas mais justas e melhores condições de pagamento;
  • O serviço é oferecido online e não há necessidade de sair de casa, agendar horários ou enfrentar filas;
  • Sem burocracias;
  • Processo transparente.

O Bullla é uma fintech do setor financeiro digital que trabalha conectando pessoas físicas através do empréstimo online. O Bullla possui todas as vantagens citadas em relação ao empréstimo online entre pessoas físicas, além do diferencial de ser uma plataforma desenvolvida sob o conceito de comunidade, ou seja, poupador e tomador de crédito serão sempre prioridades no Bullla.

Para solicitar o empréstimo online no Bullla é só acessar o site e criar um cadastro pessoal.