Quando uma pessoa é considerada endividada?

Como anda o seu orçamento financeiro? Você consegue responder essa pergunta de forma rápida e detalhada? Se a resposta for não, então é preciso ligar o sinal de alerta. As pessoas dificilmente conseguem perceber quando estão começando a ficar endividadas. Esse é um assunto muito importante e que você deveria se preocupar, pois o descontrole do seu dinheiro pode levar a várias consequências que vão além da parte monetária. A saúde é um exemplo disso, pois a perda do controle do orçamento pode resultar em problemas de estresse constante, crises de ansiedade e até mesmo depressão.

Neste momento você deve estar se perguntando: quando uma pessoa é considerada endividada? Mesmo que o problema seja complexo, a resposta para essa pergunta é bastante direta: se você já não consegue mais pagar as contas regularmente e o dinheiro que entra no seu bolso não é suficiente para cobrir todos os seus gastos e, além disso, já existem boletos acumulados, saiba que você é uma pessoa com dívidas.

Reconhecer esse momento difícil é o primeiro passo para superar essa fase complicada. Se a pessoa consegue mudar os hábitos e organizar o dinheiro já no início, é muito mais fácil recuperar o controle total da vida pessoal e financeira. Preste atenção nas nossas dicas:

Quais são os sinais do endividamento?

Um dos primeiros sinais de que você se tornou uma pessoa devedora é adquirir outro cartão de crédito para compensar os gastos. Essa é uma atitude comum, pois quem deve precisa de outros meios para continuar gastando, já que os recursos atuais estão comprometidos. E quem não gosta de ter uma variedade de cartões à sua disposição, não é mesmo? A sensação de poder comprar tudo que deseja é tentadora e o consumista não resiste a esse tipo de coisa.

Você foi naquele passeio de sábado a tarde no shopping, passou naquela loja de roupas de sua preferência e encontrou aquela peça bacana? Primeira ação: comprar. Mas na hora de passar o cartão de crédito, o inesperado aconteceu: cartão recusado – limite insuficiente. Esse é um forte sinal de que você está na lista de endividados. O limite insuficiente significa que o limite do cartão de crédito foi estourado, ou seja, não há como comprar mais nada. Esse é um hábito comum de quem enfrenta dificuldades financeiras ou tem problemas com consumo em excesso.

Está procurando alternativas para pagar as dívidas acumuladas e a renegociação de dívidas é a única saída? Essa é outra característica dos devedores. Pessoas endividadas precisam renegociar dívidas para conseguir arrumar o orçamento e pagar tudo que devem. Se você está gastando muito tempo durante a semana com esse tipo de atividade é preciso ligar o botão de alerta.

Os boletos chegaram, você já refez as contas várias vezes, mas mesmo assim os números não batem e será preciso escolher aquilo que pagar? Então, você está em um alto grau de inadimplência! Esse é um dos sinais mais graves possíveis quando o assunto é endividamento. Ou seja, chegamos ao ponto em que não é possível honrar todos os compromissos e alguns boletos serão engavetados para se transformarem em bola de neve nos meses seguintes…

O cheque especial não é mais uma opção de empréstimo em casos de urgência e sim uma fonte de renda extra para o seu orçamento? Isso não é nada bom! Utilizar o limite do cheque especial constantemente para conseguir fechar o mês é um sinal vermelho. O cheque especial é uma armadilha, pois transformar esse recurso em renda extra é um erro que vai custar muito caro nos próximos meses.

Você estava andando pela casa e, de repente, viu um móvel aqui, outro eletrodoméstico ali e pensou em vendê-los para cobrir parte de uma dívida? Vender o que tem dentro de casa para cobrir dívidas é outro sinal de que a coisa não vai bem na sua vida financeira.

De que forma quitar as dívidas?

O primeiro passo é não se desesperar. Que tal tomar emprestado de outras pessoas físicas, pagar o empréstimo com taxas de juros justas e voltar a ter controle sobre o seu dinheiro? No Bullla isso é possível.

O Bullla é uma fintech do setor financeiro digital que conecta pessoas por meio do empréstimo online entre pessoas físicas. Taxas de juros mais baixas, sem burocracia e serviço 100% online são alguns dos diferenciais do Bullla.

Para mais informações acesse www.bullla.com.br.